22.10.16

Metas, Planos e Projetos!

E aew! Sei que ainda não estamos na 'época' de fazer listas de metas para o próximo ano e tal, mas honestamente, eu preciso disso. Estou me sentindo bem pra baixo - vamos classificar como uma bad - e até fiz uma postagem falando um pouco sobre a minha espiral depressiva, mas decidi que não quero dividir esse tipo de coisa com vocês. Essa parte de mim não é algo que eu quero mostrar. Para ninguém. Por enquanto. No lugar disso, vou motivar a mim mesma a viver um pouco mais e buscar coisas que me trazem felicidade. Vou documentar algumas coisas/lugares que quero fazer/ir entre o final desse ano e o ano que vem. Esta será a base de um projeto pessoal envolvendo fotos, escrita, sentimentos e pensamentos positivos. Esse é o propósito do Broken, me lembrar de que ainda há coisas a se fazer além de ficar deitada esperando a morte - isso não é um pensamento suicida! - e que antidepressivos não são a única solução para sair dessa espiral nebulosa.

1. Dar um pé no meu trabalho!
Eu simplesmente odeio aquele lugar. Detesto os clientes, detesto o sistema de trabalho, detesto os chefes e sinto uma infelicidade tão grande de estar lá que me faz querer morrer. Dinheiro nenhum vale isso! Preciso de algo que pelo menos me faça bem, ou que não me faça me sentir com uma bigorna na cabeça.

2. Continuar colecionando Mangás.
Para mim os mangás são como uma terapia. Não importa se estou triste, infeliz, totalmente submersa na espiral ou qualquer outra coisa ruim. Quando eu compro meus mangás, leio, ou até mesmo organizo e limpo eles, me sinto feliz.

3. Passar um dia no parque.
Sabe quando você faz uma mochilinha, pega um livro, uns trocados e passa o dia em um lugar bonito, sem internet, sem tecnologia, apenas sentindo aquele ar gelado que vem das árvores, pensando sobre a vida, descansando a cabeça e volta pra casa bem mais zen? Eu quero isso!

4. Visitar três lugares incríveis da minha cidade que eu ainda não conheço.
Estou em uma capital onde praticamente tem de tudo e não vou atrás de conhecer nada! Isso precisa mudar. Vou pesquisar sobre lugares incríveis que eu não visitei por aqui. Uma sugestão é o Museu da Múmia, já que eu amo a cultura Egípcia.

5. Ir a praia.
Eu estou a uma hora e meia do litoral - mais ou menos - e faz uns quatro anos que não sinto a areia nos pézinhos. Isso definitivamente, é preguiça!

6. Viajar de Trem.
Uma coisa bem comum aqui na minha cidade é o passeio de trem até Morretes. Tem vários pacotes para isso, desde apenas a almoço e jantar, como degustação de vinhos e cervejas.

7. Aprender uma Arte.
Adoro trabalhos manuais - embora eu não tenha muitos talentos, sei fazer cachecóis de tricô e alguns pontos em crochê - e quero aprender mais alguma coisa. Talvez biscuit ou pintura em caixas de madeira.

8. Pintar o cabelo de uma cor exótica.
Provavelmente azul ou roxo.

9. Ir a um festival.
Se não me engano tem quatro festivais aqui. Eu sempre quis ir, mas nunca fui. Mais uma vez, por preguiça mesmo.

10. Encontrar algo que eu queira fazer.
Eu não sei o que quero fazer da vida. Esse é um dos motivos pelos quais eu ainda não fiz faculdade, porque não quero começar um curso e desistir ou não quero me obrigar a terminar um curso que não estou gostando. Por isso, vou me empenhar em descobrir a minha verdadeira vocação.

11. Começar uma coisa nova.
Independente do que seja, algo novo, talvez inesperado, diferente e que me traga uma nova perspectiva.

12. Ter um Caderno de Pensamentos - Na falta de nome melhor.
Quando não estou perdida nessa espiral que vem de tempos em tempos, eu geralmente tenho pensamentos acelerados. Eu penso muita coisa ao mesmo tempo, isso me dá uma dor de cabeça insuportável. Acontece que, eu penso, penso, penso e as coisas vão mudando de foco, as informações se conflitam e eu esqueço de metade das coisas de que pensei. Nisso, eu perco ideias boas, versos e até mesmo histórias. Eu quero lembrar. Não quero perder nada de bom do que a minha mente produz.

13. Querer Mais! - Metas, Planos e Projetos.
Que esta não seja a minha última lista. Quero planejar mais, quero querer coisas. Não posso me deixar abalar por esse momento, esse sentimento pesado. Não posso deixar que isso me domine.

Visto de fora pode parecer um post meio depressivo, mas não é (bem, talvez até seja.). Para mim é motivador. Acreditem que, me sinto melhor depois de escrever essas palavras e fazer essa lista - embora eu tenha certeza de que vou fechar o computador e dormir de novo, porque é apenas isso que quero fazer o tempo todo - estou confiante de que vou cumpri-la e quero contar pra vocês cada vez que eu conseguir realizar algo. Obrigada por lerem. E se alguém estiver passando pela mesma coisa e quiser conversar, pode me mandar um e-mail: naoyoshioka@outlook.com. As vezes conversar ajuda, faz bem. Até breve? Espero que sim!

Um comentário:

  1. Olá, Nao ♡

    Eu entendo bem como é essa coisa de "espiral depressiva". Assim, eu sou do tipo de pessoa que tem alguns conflitos familiares bastante ruins, além de um pequeno complexo de inutilidade (se eu não estiver fazendo alguma coisa, eu me sinto inútil e fico na bad, e eu não tô zoando), daí digamos que ficar na bad não é muito difícil pra mim; Mas assim como você, tenho procurado me manter focada nas minhas ambições futuras pra perder o costume dessas bads momentâneas que só me atrapalham nessa vida. Desejo muito sucesso nos seus projetos! FIGHTING o/// ^-^

    Caraca, você já tem trabalho? '-' Acho que o único trabalho que eu tenho é de babá (da minha irmã), que é praticamente não remunerado, kkkk. Não que eu não goste de ficar com ela, mas é muito cansativo! Ela cansa tanto que eu tenho que acordar de madrugada pra conseguir estudar em paz, e ainda não é garantia de que ela não esteja acordada.

    Eu não posso dizer que manjo de nenhuma arte, mas estou no início do aprendizado de canto e escrevo fics e fanfics (da melhor forma que eu posso). No que se diz respeito a artes manuais, eu sou um completo prego '-' Não sei fazer nada de nada com artes manuais, nem dar ponto numa linha de costura '-'-'-' Mas ainda assim, acho muito bonito quem consegue fazer algo realmente bonito com tricô, pintura ou até artesanato mesmo :333 Na minha cidade tem um centro de artesanato regional lindíssimo, além de ter o casarão de um importante pintor brasileiro (Se chama Pedro Américo).

    Nossa, super me identifico com o último item! Eu tenho um sonho bem alto para o meu futuro, que não se limita apenas ao Brasil, mas sim poder mostrar no exterior o meu valor, afinal do jeito que o Brasil tá, vamos ser obrigados a sair realmente da zona de conforto.

    Bem, já devo ter dito isso, mas repito: desejo a você muito sucesso nos seus planos, e também desejo que essa não seja sua última lista ;)

    Kissus


    Dama de Ferro

    ResponderExcluir